quinta-feira, 23 de junho de 2016

POSTAGEM SOBRE APOSENTADORIA ESPECIAL RECEBE COMENTÁRIO ESCLARECEDOR DE COLEGA ASSOCIADO

Prezado associado:

A AGROESP recebeu, neste dia 23, duas mensagens do colega Antonio Obson do EDA de Presidente Prudente alusivas a nossa postagem sobre Aposentadoria Especial, as quais transcrevemos na íntegra logo abaixo, como forma de dar ciência a todos e tranquiliza-los.

Agradecemos publicamente ao colega Obson e salientamos que esse tipo de iniciativa é que fortalece nossa associação, estando a AGROESP sempre aberta a receber colaborações construtivas de associados.

Atenciosamente,

Victor Branco de Araujo
AGROESP - Presidente



Data: 23 de junho de 2016 03:15
Assunto: Re: NOTÍCIAS AGROESP


Caro colega! Olhando sua postagem informando sobre Aposentadoria Especial concedida aos servidores que exercem atividades insalubres , o que tenho a informa-lo que não existe no Estado de São Paulo a aposentadoria especial ao seus servidores. O que existe é tempo especial, uma vez que em sentença favorável de Ação de contagem de tempo trabalhado na insalubridade ( homem 1.4 e mulher 1.20 ) uma vez apostilado , e ratificado seu tempo no prontuario, a decisão de se aposentar é pessoal sem nenhum prejuízo de seus vencimentos.

Informações seguras , repassadas pela SPPREV, todo servidor público estadual em São Paulo poderá se aposentar voluntariamente, compulsóriamente , ou por invalidez. Já vários colegas se aposentaram somando seu tempo ganho na ação sem nenhum prejuízo em seus vencimentos, Cito como exemplo EDA de Pres, Prudente, Eda de Tupã, Eda e EDR de Pres. Venceslau e outros no estado. Informo-lhes ainda, que conforme a sentença judicial e o Mandado de Obrigação de Fazer , centenas de colegas no ato do apostilamento ganharam no mínimo 2 quinquênios , e sem demora , com uma nova ação , em consequência do arrebatamento do Estado perante a justiça a nosso favor, requerendo como causa de pedir, o ATS + quinquênio, o recálculo da sexta parte, e o Abono Referência atrasado, já recebidos por centenas de colegas.

Ex, Ida de Piraposinho, Posto de Sementes de Santo Anastacio, EDA e EDR de Pres. Wenceslau, EDA de Tupã, Uda de Quatá e tantos outros. 

O que esta gerando muita dúvida e que é normal, são esses novos decretos que foram editados no dia 18/06/2016 , falando sobre laudos técnicos, perícias, etc e aposentadoria especial , que não existe, isso até agora dia 23/06, segundo os diretores da SPPREV de Pres. Prudente . Uma coisa é certa, para quem entrou com ação para somar seu tempo trabalhado na insalubridade, com tempo normal ou comum, anterior a esses Decretos, vale o que era antes desta data. SEM PREJUÍZO NENHUM, AO CONTRÁRIO, CARREGA O QUE É DE DIREITO, LEVANDO A PARIDADE EM 100% , ATS + QUINQUÊNIOS, RECÁLCULO DA SEXTA PARTE, ABONO PERMANÊNCIA ATRASADOS, PARTE DO ABONO PREVIDENCIÁRIO, E QUEM TEM DOENÇAS ELENCADAS NO ROL DA PREVIDÊNCIA COMO GRAVES E GRAVÍSSIMAS ( AIDS, CARDIOPATIAS, HEPATOPATIAS, E VARIAS OUTRAS PATIAS ) NÃO TERÃO SEU IMPOSTO DE RENDA COBRADOS EM SEUS HOLERITES. QUALQUER OUTRAS INFORMAÇÕES ESTOU A DISPOSIÇÃO DOS COLEGAS.

Se vocês colegas da Diretoria da nossa querida AGROESP quizerem mais informações estou a disposição.

OBSON EDA de Presidente Prudente

Nenhum comentário:

Postar um comentário