quarta-feira, 5 de fevereiro de 2020

Ofício 002/2020 encaminhado para SAA


9 comentários:

  1. Qual a posição dos atuais Coordenadores da CPRS e da CDA, a quem competem tomar as providências necessárias para a gestão dos recursos humanos em suas respectivas áreas de atuação?
    Por acaso é uma instituição de classe a única defensora e batalhadora pela eficiente gestão da organização pública?
    Com todos os méritos pela iniciativa, a propositura representa um deságio às autoridades responsáveis.

    ResponderExcluir
  2. Qual a posição dos atuais Coordenadores da CDRS e da CDA, a quem competem tomar as providências necessárias para a gestão dos recursos humanos em suas respectivas áreas de atuação?
    Por acaso é uma instituição de classe a única defensora e batalhadora pela eficiente gestão da organização pública?
    Com todos os méritos pela iniciativa, a propositura representa um deságio às autoridades responsáveis.
    Eng° Agr° Arlei Arnaldo Madeira

    ResponderExcluir
  3. A AGROESP fala pelos assistentes agropecuários. Os cargos de coordenador são de confiança do governo e os ocupantes não tem compromisso com a categoria, apenas com seus superiores. Por essa razão temos de fazer esse tipo de solicitação.

    ResponderExcluir
  4. Entendo a solicitação como de grande importância, com todos os méritos. Minha colocação se prende a levantar: os coordenadores defendem a instituição ou só seus próprios compromissos. Me parece que por não terem compromisso com a categoria (conforme dito acima) ( ! ! ! ), não estão defendendo o interesse da instituição que engloba seu corpo técnico. Óbvio que se torna sempre necessário repor o quadro técnico, ou a carreira do assistente agropecuário vai se extinguir.

    ResponderExcluir
  5. Creio que seria necessário que a CDRS e da CDA também deveriam ser informados oficialmente para que fiquem cientes do pleito.

    ResponderExcluir
  6. É atribuição do Assistente Agropecuário realizar o trabalho dos analistas ambientais??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Agroesp está protocolando ofício onde solicita o parecer da consultoria jurídica que dá o amparo legal para o Assistente Agropecuário realizar serviços ambiental.

      Excluir
  7. Sim o Assistente Agropecuário se equipara ao Especialista Ambiental só no trabalho e no desgaste físico... na hora de receber o salário a diferença é de 50% para menos... e ninguém tem iniciativa para questionar isso junto a Sra. Gabriela.

    ResponderExcluir
  8. Essa é a realidade que está sendo imposta pelo governo. Estaremos em breve protocolando ofício onde reivindicaremos a Equalização Salarial com os Especialistas Ambientais. VAMOS RETOMAR A LUTA.

    ResponderExcluir