quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

MANIFESTO AO POVO PAULISTA

        A AGROESP é entidade que congrega servidores de nível superior de três coordenadorias da Secretaria de Agricultura e Abastecimento (SAA) possuindo hoje cerca de um mil associados contribuintes e foi constituída com a finalidade de lutar pelos interesses dos Assistentes Agropecuários e pela preservação da boa qualidade dos trabalhos da SAA.

        No final de 2012 a AGROESP iniciou um trabalho pela valorização da categoria que representa, baseado na equiparação de vencimentos com a categoria de especialistas ambientais, que possui salário quase duas vezes superior e com atribuições assemelhadas à do assistente agropecuário.

        Desde então vimos lutando para conseguir esse objetivo, usando armas como visitas a deputados e lideranças políticas, audiências com membros da administração direta, corpo a corpo em solenidades em que autoridades governamentais estejam presentes e, finalmente, inúmeras cartas, ofícios e moções de apoio a nossa causa enviados ao governo por lideranças políticas regionais e municipais, por associações de produtores rurais e cooperativas rurais. Enfim, travamos uma luta limpa e cordial, da maneira como fomos orientados para obter o reconhecimento do Executivo frente a nosso objetivo. Tudo indicava para a sensibilização do governo e, mesmo considerando a crise econômica recente, havia a sensação que nosso pleito seria vencedor. Embora tenhamos sentido dificuldades nos trâmites, ao aceitarmos o parcelamento da diferença entre as duas carreiras, acreditamos que a situação se resolveria.

        Do nosso lado, a categoria manteve-se em plena atividade, colaborando de forma decisiva para o reerguimento da até então combalida Secretaria de Agricultura e Abastecimento. Os resultados alcançados nesse últimos anos foram fantásticos e a conduta dos técnicos plenamente exitosa. Vencemos o desafio do CAR, do Microbacias II, do controle de zoonoses e de pragas das plantas cultivadas, dentre outros. Trouxemos palmas e elogios para o governo mediante o nosso trabalho.

        Surpreendentemente, no início desse mês, o governador frustrou todas as nossas expectativas, ao anunciar um reajuste de 3,5% nos vencimentos, índice pífio considerando toda a negociação conduzida pela nossa entidade.

        Assim, sobra para nós, assistentes agropecuários da AGROESP, a clara sensação que fomos induzidos a participar de um jogo democrático com o objetivo de conseguir nossa valorização profissional, na forma como é propalado pelos governantes e experts no assunto, só que não fomos avisados que esse jogo não seria transmitido por nenhuma emissora, não teria cunho oficial, que o adversário não compareceria e que serviria apenas para ganhar tempo e ludibriar nossa agora combalida categoria.

        Resta agora juntar os cacos e partir para uma alternativa honrosa, a ser buscada junto a toda nossa categoria, sempre com o objetivo de propiciar ao povo paulista a continuidade da boa qualidade dos serviços prestados pela SAA.

Campinas, 10 de janeiro de 2018

VICTOR BRANCO DE ARAUJO
AGROESP - PRESIDENTE

7 comentários:

  1. A setores da imprensa que sistematicamente denigrem a imagem do funcionario publico,mas a populacao nao sabe que os.funcionarios públicos do Estado de São Paulo ficaram anos sem nenhum aumento (nem reposição da inflacao),no caso dos Assistente.Agropecuarios o último aumento foi em 2011.

    ResponderExcluir
  2. Vou repetir o meu comentário que fiz abaixo, agora já era:
    Eu já sabia, já faz tempo que faço campanha anti o pior secretário que já tivemos, eleitoreiro, não fez nada pela secretaria, mas eu estou fazendo minha parte, em reunião de conselhos, com líderes rurais e em reunião com associações da minha região, peço para não votarem no atual secretário da agricultura.........e não preciso de muito esforço, porque os produtores também estão fartos da cara dele, das papagaiadas, aturam as visitas dele mais por pedidos de prefeitos e vereadores, mas todos sabemos do péssimo trabalho. Estou de olho na página do facebook dele também, um fracasso de curtidas, mas ele utiliza o trabalho da nossa secretaria como se fossem realizações dele, colocando logotipos....se isto ocorrer após o período eleitoral, irei denuncia-lo na justiça eleitoral.....no mais minha campanha anti jardim está a pleno vapor, em novembro foram mais de 300 produtores que passaram aqui por causa da vacinação e todos foram agraciados com a minha anti campanha....no mais companheiros estamos a pé de secretário, agroesp, governador...

    ResponderExcluir
  3. GREVE BRANCA JÁ........................

    ResponderExcluir
  4. hahahahaah, SÓ A AGROSEP acreditou neste conto da carochinha, faz tempo que aqui embaixo estamos falando, e agora pelo post acima ficou claro uma coisa: a agroesp não tem a menor noção do que fazer.........

    ResponderExcluir
  5. Pelo que entendi, reajuste salarial compatível com a equiparação de cargos, só daqui 5 anos, ou quando a agroesp deixar de se iludir com promessas vazias.

    ResponderExcluir
  6. Para tudo. DAP, DCAA, GTA, CAR, PRA e tudo mais.Querem fazer alguma coisa? Mobilizem uma paralisação geral. Perdido por perdido mesmo!

    ResponderExcluir
  7. A AGROESP merece nossos elogios, pois têm lutado incansavelmente por nós todos. E a luta não é fácil.

    ResponderExcluir