terça-feira, 22 de agosto de 2017

MOBILIZAÇÃO PERMANENTE X

Prezado associado:

Na sexta feira passada fomos ao Bairro Serrote, em Piracicaba, para encontrar o Secretário Jardim, que ali ia participar de um grande evento com produtores rurais. Assim que cheguei pude conversar com ele e coloquei claramente a nossa dependência de uma postura mais firme dele junto ao governador para atingirmos nosso objetivo, reforçando a necessidade de reativarmos as negociações na Casa Civil, paradas desde março passado.

Coloquei claramente toda a insatisfação da categoria e a necessidade de diálogo imediato. Ele concordou comigo e se comprometeu a intensificar a cobrança. Também na ocasião o Mello fez uma abordagem ao Secretário, bem como os colegas assistentes do EDR Piracicaba, que em grupo, conversaram com ele posicionando sua insatisfação e esperança na aprovação de nosso pleito de equalização.


No dia de hoje fomos eu, o Mello e o Sérgio a São Paulo em busca de diálogo com nossos deputados na ALESP e no gabinete da SAA. Sem marcar nenhuma audiência, em primeiro lugar, fomos recebidos pelo Deputado Barros Munhoz, assim que chegamos na porta de seu gabinete. Notamos nele um certo otimismo, nunca antes denotado, face ao desenrolar de fatos novos que, segundo ele, poderão ajudar a nossa causa devido a possível melhora na arrecadação do governo. Conversou conosco pedindo que aguardássemos mais esse próximo mês de setembro, mantendo nossa esperança de consecução de nossos objetivos. Em seguida fomos no gabinete do Deputado Davi Zaia, onde o Chefe de Gabinete, Sr. Dario, nos recebeu prontamente e manteve diálogo conosco até a chegada do deputado, cerca de vinte minutos depois. Preliminarmente conversamos com o deputado sobre seu projeto de lei que está em tramitação referente à SPPreviCom, assunto no qual esse representante tem dedicado boa parte de suas indicações. Com esse projeto, que visa atingir os futuros servidores concursados do Estado, seria compulsória a adesão inicial ao sistema e, ao cabo de um período preliminar estipulado nessa legislação, facultando ao servidor o desligamento do mesmo. Oportunamente, após aprovado o projeto, faremos a devida divulgação e esclarecimentos referentes ao dispositivo legal. Em seguida falamos de nosso pleito e ele nos comunicou que tem conversado com o Secretário Jardim, e que este já se mostrou ciente que dele depende em grande parte o sucesso da empreitada. Ainda segundo ele, o Secretário sabe que tem de ser mais incisivo junto ao governador e demonstrou que irá fazê-lo.

Saímos de lá e fomos ao gabinete da SAA, onde fomos prontamente recebidos pelo Secretário Adjunto, Dr. Rubens Rizek, que também demonstrou certo otimismo em relação a nossa causa. Nos comunicou da ciência que o Dr. Jardim tem em relação à importância de uma participação firme a nosso favor e disse acreditar que, antes do final do ano, o projeto será remetido para a ALESP. Conversamos ainda sobre a revisão da insalubridade no que afirmou que o Secretário Jardim tem feito diligências junto à administração estadual com a finalidade de evitar o rebaixamento de vencimentos dos servidores.

Em todos os lugares fomos bem recebidos e nesses foi nos reafirmada a nossa missão de continuar a marcar presença periodicamente, pressionando as autoridades e também junto a lideranças regionais, fazendo ver a todos nosso grau de mobilização e a importância do atendimento de nosso pleito.

 São palavras mas, só quem as ouvem é que podem tirar conclusões a respeito do verdadeiro sentido delas. Estamos cientes que existem outras categorias importantes pleiteando reajustes e revisões salariais mas nosso pleito, a nosso ver, continua tendo repercussão positiva nos gabinetes do governo estadual.

Acredito que o otimismo que nos move nos levará à vitória nesta batalha! 

Campinas, 22 de agosto de 2017


CONTINUEMOS NA LUTA MEUS COLEGAS!


VICTOR BRANCO DE ARAUJO
AGROESP - PRESIDENTE

11 comentários:

  1. Podem existir outras categorias importantes pleiteando aumento salarial... mas NÓS somos um categoria MUITO IMPORTANTE SIM ! Como diz a propaganda na TV " tudo é Agro, tudo vem do Agro " e basta lembrar que todos sempre recorrem aos Institutos de Pesquisa, às Casas da Agricultura.. etc. É piada mostrar nosso contracheque de pagamento, diante do imenso volume de dinheiro que vem do Agro! O Estado tem que entender isso , valorizando e pagando melhor seus servidores. Já está na hora desse governo acordar e lembrar que os políticos passam, mas os servidores, continuam trabalhando para o bem do estado.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Caros colegas Assistentes, estamos sendo mais uma vez enganados. Primeiro veio a conversa fiada do CAR, agora é o LUPA e muito em breve o PRA e assim por diante. O estado que tanto se vangloria em ser o mais rico da união é o pior estado em termos salarias para nossa classe, bem como, policias e professores. É vergonhoso! instituições sucateadas, escassez de funcionários e afins. Louvável a luta da AGROESP.

    ResponderExcluir
  4. Nossas instituições estão servindo SOMENTE como comitê político para o nosso governo e secretariado. Falsas promessas.

    ResponderExcluir
  5. Deveríamos. Portanto iniciar as discussões das acoes a serem tomadas após o mes de setembro. Assim não perderíamos tempo em outubro. A proatividade no minimo nos daria um norte em futuras acoes.

    ResponderExcluir
  6. Muita conversa, isso já virou novela. Temos que ficar implorando aos pés do secretário para que pressione o governo para que este nos valorize. E em contra partida ficamos acumulando funções de outra secretaria cujo salário é mais que o dobro do qual recebemos em nossos no contra cheques.

    ResponderExcluir
  7. Digo e afirmo, estamos a pé de secretário, faço campanha contra ele, e muitos colegas de CAs e da Defesas estão saturado com este senhor...apesar do excelente trabalho da Agroesp e do Vitor, isto vai dar em nada, o Secretário está interessado na campanha dele, não entende nada de Agricultura, ontem estava em reunião com os diretores em Bauru, no fim ele sabe que não vai ter apoio dos funcionárias para sua reeleição.....

    ResponderExcluir
  8. Bom dia! Já estamos na última semana de setembro... temos alguma sinalização por parte do Deputado Barros Munhoz com relação ao nosso pleito??

    ResponderExcluir
  9. Sim, para esperarmos até outubro..

    ResponderExcluir